sábado, 3 de dezembro de 2016

No Trilho da Cascata de Anços


Amantes da natureza, eu particularmente, amante de  fotografia, há muito que planeávamos visitar estas cascatas aqui tão próximo.  
Um dia,  uns colegas e amigos da fotografia levaram-me a conhecer a cascata de Anços e de Fervença, desde então  a frase "um dia vamos lá" era referida diversas vezes aqui em casa, mas o passeio nunca acontecia. Outros destinos se sobrepunham e as mesmas iam ficando em lista de espera. No domingo passado decidimos ir à descoberta dessa jóia da natureza. 
 Sou bastante despistada,  mas com um pouco de pesquisa  e as indicações de um amigo, lá partimos. Eu de papel na mão / neste caso o GPS não me servia de muito,  pois não consegui  as coordenadas do lugar /   lá chegámos. 


Como chegar:

Esta cascata fica na aldeia de Anços. 
 Quem vem de Lisboa apanhar a IC 19. Antes de chegar a Sintra,  entrar na IC 16 direcção Mafra- Pêro Pinheiro, seguir esta estrada e  virar   para Maceira - Negrais. A seguir a Maceira e antes de Negrais encontra-se a aldeia de Anços, na Rua das Larangeiras,  encontra-se as placas informativas. / Cascatas /  Estacionámos o carro no final desta rua. 


Para chegar à cascata há que fazer um  curto percurso que se encontra assinalado.


Cautelosamente e com calçado adequado,  podem desfrutar deste pequeno paraíso escondido.
Não se esqueçam de o deixar como o encontraram, ou melhor. Infelizmente encontrámos algum lixo... recolhe-mo-lo e deixá-mo-lo no caixote de lixo que se encontra logo no inicio do percurso.  Nunca  entendi,  nem vejo necessidade de destruir o ambiente, muito menos quando as autarquias nos disponibilizam os meios necessários para o protegermos.


A dada altura, uma seta indica o lado direito /não está totalmente errado / contudo,  para se observar a parte mais espectacular da cascata, há que ignorar essa indicação e seguir em frente.


Atravessar o que resta deste moinho e aí sim alcançamos esta magnifica escada  d'agua em cascata


Só é possivel visualizar o inicio da cascata, atravessando o rio para a outra margem,  há dois modos de o conseguir, dependendo do caudal, ou se atravessa por esta ponte improvisada, ou atravessamos o rio se o caudal for baixo e estivermos de calçado apropriado.



Finalmente atingimos o inicio da queda de água. Corre bela e vigorosa. quedo-me ali por uns momentos para a captar na minha maquina  e guardá-la para sempre....


O sol vai baixo e há que regressar antes do anoitecer... decidimos seguir a seta que inicialmente tínhamos ignorado e a mesma leva-nos a um caminho ao longo do rio, avistamos mais uma pequena queda d'agua.



Regressámos ao carro já o céu se pintara de azul e violeta ... Anços estava conquistado ...


Não foi uma despedida.... foi até um dia...

2 comentários:


  1. Unas fotos maravillosas. Esa cascada es fantástica. Has conseguid a la perfección el efecto seda.

    un abrazo

    · LMA · & · CR ·

    ResponderEliminar